Deixe um comentário

Greve dos transportes. Um tiro certeiro…

8 NOV 2011

Lutar.

Lutar é preciso.

Contra a política e os políticos.

Contra o capital e os capitalistas.

Contra a (in)justiça e os (in)justiceiros.

Contra os calões e os calaceiros.

A greve é um direito e, por agora, única arma dos trabalhadores.

Usemos então a arma da greve, porque a democracia imposta pela CEE nos retirou já, não só, todas as outras armas (automáticas ou de repetição), mas também os revolucionários corajosos, firmes e abnegados que tivemos noutros tempos.

Mudaram o significado da palavra democracia (governo em que o povo exerce a soberania) e ninguém deu por nada.

Ironia do destino; o berço da democracia (a Grécia) desmorona-se nesta altura sob o peso desta pata da nova democracia de Bruxelas, tutelada por marionetas manejadas pela família Merkozy.

Lutar é preciso.

Ponto de mira em riste; alvo à vista.

Transportes; excelente!

Mobilidade pública paralisada. Embrulhem lá.

Horários; horas de ponta, claro. É preciso atingir o maior número possível de políticos, capitalistas, (in)justiceiros e calões.

Nem um vai conseguir chegar ao seu posto de trabalho. Ora tomem lá. E se o quiserem fazer, que vão a pé, ou vão para as filas… ou que se lixem.

E depois venham-se queixar que já pagaram o passe social e não têm transportes. Queixem-se ao nosso 1º, porque, se ele prometeu cumprir, ele cumprirá.

E não só; o governo vai-se tramar porque mesmo que queira pagar as horas de greve aos grevistas não pode (é inconstitucional…ah ah ah ) e vai ter que ficar com os salários no cofre. É para aprenderem a não sacrificarem aqui a malta; os políticos, os capitalistas, os (in)justiceiros e os calões.

Não têm onde guardar tanto dinheiro…? Metam-no na Offshore da Madeira. Aquilo é seguro.

Eu sei que, com esta greve (a todos os títulos oportuna), não vão acertar em todos os responsáveis pelos problemas do país.

Mas duma coisa eu tenho a certeza; os políticos, os capitalistas, os (in)justiceiros e os calões vão levar uma bordoada que nunca mais se vão esquecer. E o que o pagode se vai rir. Ao menos deixem-nos rir…

… deixem-nos rir…!

Não faço ideia se este ano na abertura da caça se caçou muita coisa.

Mas não sei porque me assalta esta ideia peregrina de que anda por aí uma abominável e até hipócrita falta de pontaria …

P. C.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: